Benefícios de reduzir o consumo de açúcar

Benefícios de reduzir o açúcar

Benefícios de reduzir o consumo de açúcar

O consumo excessivo de açúcar representa muitos riscos para a saúde. Conforme demonstra uma pesquisa divulgada pela revista científica JAMA Internal Medicine, essa realidade foi manipulada por vários anos. A análise mostra que a indústria do açúcar financiou pesquisas para associar os malefícios causados pelo ingrediente ao consumo de gorduras saturadas.

Apesar de as gorduras também exercerem papel prejudicial no organismo, acredita-se que a omissão sobre efeitos do consumo de açúcar influenciou de forma significativa a epidemia mundial de obesidade. Com o sobrepeso, surgem outras consequências danosas, como a hipertensão arterial e maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

Porém, a obesidade não é a único motivo para te fazer repensar a ingestão de açúcar.

Apesar desse componente atuar no sistema nervoso através da liberação de dopamina, induzindo a sensação de bem-estar, existem vários benefícios que indicam que evitar seu consumo gera muito mais vantagens que os efeitos prazerosos dos neurotransmissores.

Os efeitos do açúcar no organismo

Restringir o consumo e adição de açúcar no dia a dia é a primeira medida para estimular o emagrecimento. Esse hábito, além da perda de peso, previne o risco de diabetes mellitus tipo 2.

Outra consequência ruim da ingestão de alimentos açucarados é a criação de um pico de glicose que declina muito rapidamente, processo que consome energia, interfere na qualidade do sono e nos deixa com a constante sensação de indisposição e fadiga.

Em resumo, tudo isso significa que evitar o açúcar também vai colaborar para noites bem dormidas e mais vigor no dia a dia. Ah, detalhe: a saúde bucal também melhora consideravelmente, minimizando o risco de cáries e mau hálito.

Cortar o açúcar da dieta também faz bem para a aparência, já que os benefícios da mudança de hábitos também podem ser percebidos com a melhora do aspecto da pele. O excesso de glicose desencadeia a glicação, que faz com que a pele perca sua elasticidade, favorecendo a formação de rugas e aparência de envelhecimento.

Já o aumento de insulina também provoca reações inflamatórias que se manifestam através de cravos e espinhas.

Por fim, a glicose também é um fator de risco para doenças do cérebro, conforme vem sendo pesquisado por especialistas ao redor do mundo. O projeto Sugar Science, por exemplo, reúne uma equipe de cientistas da Universidade da Califórnia para o estudo e comprovação dos efeitos tóxicos do açúcar. Por meio de algumas pesquisas divulgadas há evidências de que o Alzheimer e alguns tipos de câncer podem ser evitados se o consumo dessa substância for reduzido.

Apreciare zero açúcar: sem enganação

Açúcar pode até ser bom na hora que a gente come, mas será que vale mesmo a pena colocar a saúde em risco por um prazer momentâneo? A gente acha que não…

Por isso, agora que já te demos motivos de sobra para reduzir o consumo de açúcar, fique ligado: a indústria utiliza diversas formas de açúcar como ingrediente. Nesse caso, as marcas disfarçam o rótulo com as seguintes nomenclaturas: açúcar invertido, glicose, sacarose, glucose, frutose, maltodextrina, melado, dextrose, maltose e xarope de milho.

Ou seja, além de evitar o consumo de açúcar, é indispensável saber ler o rótulo dos produtos industrializados que você compra no supermercado. E, claro, priorizar as marcas que priorizam a sua saúde.

A Apreciare é uma delas. A gente se compromete com os benefícios que uma vida mais saudável proporciona e, por isso, nossa super equipe desenvolveu várias opções de iogurtes zero açúcar. Mas é zero açúcar meeeeesmo. Pode ler o rótulo. Não tem açúcar nenhum. #Obrigada #DeNada

E sabe a melhor parte? Nosso zero açúcar não significa zero sabor. O produto que a gente te entrega contém açúcares próprios dos ingredientes, que não colocam a saúde em risco, ou ganham adição de stévia, um adoçante natural sem calorias.

Se fizemos nossa parte, agora é a vez da sua. Diz aí: entre as nossas opções zero açúcar, qual é a sua favorita?