Apreciare | A importância do Whey no pós-treino
16564
post-template-default,single,single-post,postid-16564,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

A importância do Whey no pós-treino

A importância do Whey no pós-treino

Não dá pra ter uma vida 100% saudável sem a prática de exercícios físicos, e disso você já sabe. Contudo, também não adianta nada passar horas e horas na academia moldando os músculos se a alimentação correta não acompanhar essa rotina.

Já ouviu sua avó te contando que “saco vazio não para em pé”? No mundo dos esportes e da maromba, essa frase poderia dar a ela o Prêmio Nobel da Sabedoria, uma vez que ela não poderia ser mais verdadeira e cientificamente comprovada. É preciso, realmente, repor as energias não só para não desmaiar após o treino mas, também, para ver os resultados aparecendo.

É nesse cenário que surge o Whey, que virou queridinho dos frequentadores da academia nos últimos anos. Extraído diretamente do soro do leite, o Whey é um mix de proteínas que ajudam a recuperar os músculos, principalmente quando ingerido no pós-treino.

No mercado dos suplementos é possível encontrar Whey, também conhecido como Whey Protein, em três “formatos”: o concentrado, que tem gordura, lactose, carboidratos e minerais, filtrado apenas uma vez e de absorção bem lenta; o isolado, que tem mais proteínas graças a um processo mais detalhado de filtragem (é conhecido popularmente como “Whey puro”) e o hidrolisado, que não contém nem rastro de lactose e suas proteínas são rapidamente digeridas.

Como consumir Whey?

O Whey é como um combustível para o corpo que pratica exercícios, abrindo brechas para que o organismo se sinta cada vez mais competente para avançar nos treinos e observar bons resultados.

Contudo, como tudo nessa vida, produtos que contém Whey devem ser consumidos com parcimônia, já que a superdose do composto pode prejudicar os rins, ao invés de fazer bem ao sistema como um todo.

Sem contar que proteína que o corpo não usa vira gordura rapidinho – e não há descrição maior de pesadelo do que ganhar quilinhos quando se está fazendo de tudo “direitinho” para perdê-los! Isso significa que você provavelmente deve diminuir a ingestão de Whey se a frequência na academia ou nas outras atividades esportivas não estiver rigorosamente exemplar.

Por isso, nada de tomar Whey como se fosse água, hein! Mas tomá-lo como iogurte pode. 😉

O Fabuloso Whey da Apreciare

Se você não curte o gosto do Whey ou não tem tempo (ou paciência) de ficar carregando mixer e squeezes de um lado para o outro fazendo as misturas instantâneas, pode pedir a seu nutricionista para encaixar na adequação alimentar nossa de cada dia um dos nossos produtos que apresentam o Whey de maneira satisfatória.

Tanto o Whey de 14g quanto o de 24g da nossa linha fitness são indicados para o pós-treino, sendo que o primeiro pode ser consumido por quem tem fichas mais tranquilas e faz exercícios moderados enquanto o segundo é especialmente dedicado a quem faz treinos avassaladores e precisa de reposição rápida de proteínas e, consequentemente, energia.

A melhor parte é que nossa linha Whey é zero açúcar, zero lactose e zero gordura, atendendo aos atletas que tenham restrições com algum desses itens e apresentando um sabor igualmente delicioso para quem não precisaria se preocupar com isso.

Sem contar que ainda dá para escolher se você quer seu Whey com gostinho de iogurte de morango, baunilha, banana ou de morango com blueberry…

Resumindo, tomar Whey com a Apreciare é mais gostoso, vai inspirar mais seus próximos treinos e vai deixar a sua avó super feliz por se provar que estava certa o tempo todo: você vai parar em pé, e com muita disposição, para encarar os treinos e todos os outros desafios da vida.

E aí, vai de qual Apreciare +Whey hoje? Conte pra gente sobre a evolução dos seus treinos e podemos te ajudar na melhor escolha para turbinar os resultados!