A importância do iogurte na amamentação - Apreciare
16939
post-template-default,single,single-post,postid-16939,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

A importância do iogurte na amamentação

A importância do iogurte na amamentação

A maneira certa de se alimentar costuma ser uma dúvida para toda mãe em fase de amamentação; afinal, tudo que ela consome é passado para o recém-nascido através do leite materno.

Amamentar – pelo menos até os seis meses – é fundamental para o desenvolvimento do bebê e, para cuidar do filhote sem se preocupar, o importante é a lactante manter os mesmos cuidados que teve com a alimentação durante a gravidez, dispondo de um cardápio bem rico e variado.

Para algumas mamães o período de amamentação é um momento de carinho e cumplicidade, mas que pode apresentar algumas dificuldades, uma vez que o organismo pode apresentar obstáculos para a produção de leite. Isso se torna um desafio para muitas mulheres, podendo até afetar a autoestima.

A notícia boa é que existem alimentos que podem ajudar o organismo a produzir leite. Alguns exemplos são o alho, legumes vermelhos, arroz integral e iogurte. Todos são alimentos ricos em vitaminas e nutrientes.

Para dar uma mãozinha às mamães na tarefa de equilibrar a dieta, a Apreciare oferece iogurtes deliciosos, capazes de nutrir o corpo e tornar as refeições mais gostosas. O leite, fonte rica em cálcio, proteínas e vitaminas do complexo B, ajuda na prevenção de doenças e na manutenção do organismo.

Iogurte como aliado da lactante

O iogurte é um alimento que traz inúmeros resultados positivos na saúde da mamãe e, consequentemente do filho, pois atua no corpo facilitando a digestão e absorção de vários nutrientes. Ele também pode ajudar na manutenção do peso, na redução do colesterol e contribuir no aumento da imunidade do organismo, desde que inserido em um esquema alimentar que potencialize esses benefícios.

As vitaminas do complexo B contidas nos produtos lácteos ajudam a prevenir doenças como anemia, fadiga, calvície, depressão, confusão mental, artrite, alergias, insônia, falta de energia e fraqueza nas unhas e cabelo. As proteínas são importantes na formação de órgãos e tecidos vitais do bebê.

Já o cálcio tem papel significativo não apenas na formação dos ossos do neném durante a gestação, mas também faz bem à mãe e ao filho após o parto. Ele também atua na dilatação e contração dos vasos sanguíneos, contração muscular e transmissão nervosa.

Para que as refeições fiquem mais gostosas, sem repetição, o iogurte pode ser consumido com outros alimentos ótimos tanto para a mãe quanto para o bebê, como frutas, granola, quinoa, chia e aveia. Ele também pode ser usado no preparo de receitas de doces e salgados, como bolos e pães caseiros, tortas, biscoitos e frozen iogurte. E não para por aí: você ainda pode usá-lo como ingrediente na preparação de massas, molhos e carnes.

De maneira geral, é possível encaixar o iogurte nas principais refeições do dia e colecionar seus benefícios para a lactante.

Então, anote aí: beber muita água e consumir os iogurtes Apreciare pode ajudar a tornar o momento da amamentação ainda mais poderoso do que ele já é. 😉

Tags: